Slide 5

OBRIGADO POR CAMINHAREM CONOSCO EM 2019!

20 de dezembro de 2019

 

Header

Não fosse a certeza de uma história vivida e contada coletivamente, talvez este ano intenso que foi 2019 não tivesse possibilitado tantas conquistas importantes para o nosso trabalho. É natural que as mudanças e as dinâmicas do mundo nos afetem, mas contar com pessoas incríveis, talentosas e comprometidas sempre fez e continua fazendo a diferença em nossa história. Prestes a completar 10 anos de vida, nós, do Centro Marista de Defesa da Infância, aproveitamos a finalização de mais este ciclo para renovar nossa esperança em um mundo mais justo e solidário a todos, especialmente para as crianças e os adolescentes brasileiros.

Como forma de agradecer a todos vocês, parceiros, apoiadores e fornecedores que fazem o nosso trabalho possível, relevante e de impacto social, compartilhamos alguns destaques deste ano de 2019, com a expectativa de que em 2020 possamos permanecer em rede e em diálogo para seguirmos com a nossa missão:

AUTODEFESA DE CRIANÇAS CONTRA A VIOLÊNCIA SEXUAL

defendase

Neste ano, ao completar seis anos, a Campanha Defenda-se caiu na estrada em uma turnê que durou quatro meses. Nos quase 5 mil quilômetros percorridos, levou formação sobre a autodefesa de crianças e adolescentes contra a violência sexual para 1.387 profissionais de 17 colégios e 11 escolas sociais do Grupo Marista, além de representantes das redes de proteção locais. Entre as referências das formações estavam as publicações paradidáticas desenvolvidas em parceria com a FTD Educação, Minas e suas Luzinhas e Um bairro contra o silêncio. Desta experiência e das escutas aos educadores de cada espaço, surgiu o tema do 12º vídeo da série, que trata sobre questões como consentimento, espaço individual e privacidade. O novo vídeo traz ainda mais diversidade, incluindo, pela primeira vez, uma personagem que se comunica em Libras (Laura), outra com espectro autista (Yuki), um cadeirante (Rafa) e uma representante das crianças que vivem em meio rural (Ana). Ainda colhendo os frutos do seu reposicionamento de marca, realizado em 2018, o projeto recebeu dois importantes reconhecimentos: em maio foi finalista do Prêmio LeBlanc de Arte Sequencial, Animação, Literatura Fantástica e Games, concedido pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e pela Universidade Veiga de Almeida (UVA); em julho, foi selecionado para a mostra Portfólio do Festival Anima Mundi, realizado em São Paulo e Rio de Janeiro.

CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM DADOS E ESTATÍSTICAS

cadeÉ consenso que o uso de dados favorece o mapeamento de problemas prioritários, a implementação de políticas públicas e o desempenho dos governos. Atentos a estas questões e às constantes transformações tecnológicas, o CADÊ Paraná começou o ano de cara nova. Com uma interface amigável, a plataforma tecnológica torna ainda mais fácil o acesso aos dados oficiais sobre a situação de crianças e adolescentes de todos os municípios do estado. Com a nova ferramenta é possível visualizar, de forma interativa, 87 indicadores distribuídos em oito dimensões temáticas. Além disso, a disponibilização de dossiês municipais entrega aos usuários, em apenas um clique, uma visão panorâmica sobre a situação da infância e adolescência de cada uma das 399 cidades paranaenses. Também foram lançados três novos informes temáticos sobre Violência Sexual, Participação Cidadã e Aprendizagem Profissional. Com o objetivo de potencializar o uso dos dados, desenvolveu ainda uma série de ações de comunicação para incidir na política pública. Em um ano, foram realizadas 13 oficinas, visitados 16 veículos de imprensa, disseminação em espaços como OAB-PR e CEDCA-PR, culminando em 1,6 mil novos usuários.

AMBIENTES EDUCATIVOS INSPIRAM NOVAS APRENDIZAGENS

 territoriAROutro projeto que também conhece bem as estradas do país é o Territoriar, projeto iniciado em 2015 e que acaba de encerrar as suas atividades, depois de promover a participação da comunidade na ressignificação de ambientes educativos de 15 escolas públicas de 7 municípios dos estados do Mato Grosso, São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Os resultados mais marcantes deste percurso estão registrados em três publicações, uma série de dez vídeos e um documentário. Na etapa de finalização, realizada entre os meses de novembro e dezembro deste ano, o projeto retornou a todos os municípios fazendo escutas e a entrega da publicação “Educação Integral e as Práticas em Desenvolvimento”, que dentre outros nomes de peso, conta com o prefácio de José Pacheco. Vale registrar alguns êxitos do projeto, conquistados em função do poder de mobilização dos participantes da abertura dos profissionais para uma gestão escolar democrática, contadas nesta matéria, publicada no site do projeto.

IMG_6986“LUGAR DE CRIANÇA É NO ORÇAMENTO PÚBLICO”

Embora conhecida, a frase do título nunca foi, de fato, uma realidade para a maior parte dos estados brasileiros, inclusive o Paraná. No entanto, a experiência do Centro de Defesa com avaliação e monitoramento do orçamento público para a infância e adolescência no Paraná alcançou resultados positivos este ano. Depois de articulação com poder público e sociedade civil, o Governo do Estado do Paraná assinou a minuta de um decreto que institui o “Orçamento Criança e Adolescente” (OCA). Na prática, a decisão torna obrigação do estado definir o que se destina (e o que se executa) à infância nas peças orçamentárias, algo não previsto até então. Além do decreto, a Secretaria assinou também a Declaração Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente. Um instrumento alinhado às convenções internacionais, resultado de um contínuo trabalho de articulação, e que contou com a colaboração da Província Marista Brasil Centro-Sul e áreas de Grupo Marista para avaliação e sugestão de artigos. Com o adequado monitoramento, é possível identificar como o estado assegura o princípio da prioridade absoluta dos recursos destinados a crianças e adolescentes, construindo resultados virtuosos, hoje e no futuro.

PELO DIREITO DE IR, VIR, ESTAR E PERMANECER

IMG_0669Em atenção ao XXII Capítulo Geral, desde 2017 o Brasil Marista reflete sobre as possibilidades de contribuição diante do maior fluxo migratório já registrado e uma das crises humanitárias mais graves da história. Neste processo, o Centro de Defesa elaborou e assessorou a implementação de um projeto de atenção às infâncias migrantes, refugiadas e em situação de rua em Boa Vista (RO). O Projeto Infâncias em Movimento é fruto de uma articulação com a Umbrasil, o Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH), a Diocese de Roraima, a Associação do Voluntariado e da Solidariedade (AVESOL) e a Província Marista Brasil Sul-Amazônia (PMBSA). Ao menos 170 crianças foram atendidas até agosto deste ano.

CENTRO DE DEFESA NA TELINHA

Em 2019, quando não pode estar presente em cada cidade brasileira, o Centro de Defesa contou com novas possibilidades para levar a sua mensagem ao público. Além de renovar a licença da Campanha Defenda-se por mais três anos às emissoras TV Nazaré e 3ª Via TV, o Canal Futura exibiu durante todo mês de outubro a série de cinco episódios Brincadiquê e o documentário Territoriar, e em novembro, o documentário Yvy Poty-Flores da Terra. As três produções permanecem disponíveis no Futura Play.

BOAS FESTAS!

NOS VEMOS EM 2020!