Plataforma CADÊ Paraná é destaque na reunião do CEDCA/PR

8 de agosto de 2019

Sem título

O Centro Marista de Defesa da Infância apresentou a nova versão da plataforma CADÊ Paraná durante reunião do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA/PR). O objetivo foi expor aos conselheiros e instituições presentes uma forma facilitada de encontrar dados sobre crianças e adolescentes do estado e reforçar o quanto o uso dos dados e evidências qualificam as políticas públicas e melhoram o seu desempenho. A oportunidade também marcou o lançamento do Informe “Participação de Crianças e Adolescentes: Um exercício de Cidadania Ativa”. A publicação enfatiza a importância da participação cidadã e retoma, por exemplo, as condições básicas para o exercício do direito à participação.

O CADÊ Paraná é uma plataforma que facilita o acesso a dados e promove ações de incidência política com foco nos direitos de crianças e adolescentes. Parte da premissa de que a análise destas informações é fundamental na transformação de suas condições de vida. Com a ferramenta, é possível visualizar, medir e analisar dados oficiais dos 399 municípios do estado, distribuídos em oito dimensões. Além disso, também publica informes periódicos, como o mencionado, baseados em informações disponíveis na plataforma e em fontes complementares, a fim de qualificar a reflexão e o estudo sobre o tema.

De acordo com a integrante da equipe do CADÊ Paraná, Beatriz Caitana, a plataforma favorece a identificação dos problemas prioritários e de quem se encontra em maior desvantagem. “Os dados têm assumido uma posição cada vez mais central, sobretudo com o crescente esforço pela transparência das informações e políticas públicas baseadas em evidências. Com o uso dos dados na promoção e defesa dos direitos das crianças, maior e melhor serão os seus resultados”, afirma.

Quanto maior for a procura e a oferta por dados, maior será a qualidade do seu uso. Para o conselheiro do Cedca representante do Hospital Pequeno Príncipe, Rodrigo Bonfim, o uso destas informações é fundamental para operar no âmbito das políticas públicas. “A iniciativa é muito importante para qualificar o uso de dados nas políticas, projetos e programas sociais. Somente com o uso destes dados disponibilizados pela plataforma que as organizações e os tomadores de decisão podem promover ações mais efetivas pelos direitos das crianças e adolescentes”.

A posição foi corroborada por outras instituições e secretarias de estado presentes, que destacaram a relevância da iniciativa do Grupo Marista, a qualidade da estrutura e metodologia de disponibilização dos dados e a facilidade de encontrar as informações necessárias. Também se destacou como positiva a possibilidade de municipalizar a informação, inclusive para municípios pequenos.

Estavam presentes 24 conselheiros, representando suas respectivas organizações.